Cadastre seu email e receba as postagens do JUVENTUDE CATÓLICA

domingo, 14 de março de 2010

Eugênio de Melo



localizado na zona leste de São José dos Campos e é altamente industrializado.
Região de grande crescimento da cidade , está conurbando-se ao município paulista de Caçapava . Eugenio de Melo concentra grandes industrias de São José dos Campos como a General Motors, Ericsson, Amplimatic, Heatcraft, Embraer, Orion, entre outras pequenas e medias empresas. Localiza-se, também, o Ceagesp e o Nucleo do Parque Tecnológico da cidade. Devido ao surgimento de novos bairros e condomínios , e ao aumento significativo da população , a região carece de um distrito policial e agencias bancárias. Hoje existe apenas uma casa lotérica no bairro do Galo Branco.

O Distrito De Eugênio de Melo, com 96 Km² de área, apresenta algumas peculiaridades no cenário joseense. Esta região teve no final do século XIX um papel importante na economia do município. Isto porque, do local, eram exportados grandes quantidades de café, cultivados na região. Este fato deu origem a Vila que recebeu a denominação de Nossa Senhora dos Cafezais, levando a construção de uma Estação Ferroviária inaugurada a 28 de agosto de 1877, para viabilizar as exportações.
O povoado passou uma série de dificuldades, como a geada ocorrida por volta de 1881, que destruiu 60% dos cafezais. Este acontecimento provocou a substituição gradual da cafeicultura por outras lavouras.
Eugênio de Melo passa por um período de crescimento econômico, ao ser construída a Estrada de Rodagem Rio/São Paulo em 1924, que por cortar sua área urbana beneficiou o comércio local. Essa nova via de acesso trouxe uma maior mobilidade à população, através das linhas de ônibus, que puderam ser criadas vindas de cidades vizinhas em direção a São José dos Campos.

É neste quadro de aparente estabilidade que foi criado o Distrito de Eugênio de Melo, por meio do Decreto Estadual 6.638 de 31 de agosto de 1934, o que de certa forma possibilitará um melhor atendimento por parte da administração municipal, às reivindicações da população do local.
Da época cafeeira em Eugênio de Melo restam ainda alguns Patrimônios Históricos como a Estação Ferroviária e a Sede da Fazenda Galo Branco.
Também puderam ser encontrados no Distrito, alguns aspectos de sua Pré História, onde foram registrados diversos achados de artefatos de origem indígena.
O processo de industrialização por que passou São José dos Campos, também refletiu em Eugênio de Melo quando, já a partir da década de 60 começaram a se instalar no Distrito as primeiras industrias. Estas além de ampliar o mercado de trabalho, também fizeram brotar a necessidade de mais infra-estrutura e equipamentos para uma população que, cada vez mais, assume aspectos urbanos. Esses fatores fizeram com que o Distrito muito perdesse de suas características iniciais.

A estação foi inaugurada em 1898, em área doada pela Família Molina. o distrito de Eugênio de Melo é distante da Cidade de São José dos Campos, e durante grande período, o distrito possuía somente como ligação deste com as cidade próximas (Caçapava e São José dos Campos) a estrada de rodagem Rio - São Paulo e a estrada de ferro. Assim, a maior parte das necessidades do distrito eram satisfeitas através da estação. Esta estação também foi preservada pela Lei Municipal nº 4943/96, em 19 de Setembro de 1996.



fontes: Wikipédia, www.sjc.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário

Ele Ressuscitou! Aleluia, pois Ele Vive!

Homenagem da Juventude Católica a João Paulo II, inesquecível!

E você? O que faria? (Ative a legenda em Português na barra do video)